Por que gravar um CD?

Foto - Rodrigo de Angelis

Penso que essa deveria ser a primeira pergunta que um ministério ou cantor deveria fazer no momento em que surge a idéia: “Por que quero gravar? Qual é o meu objetivo?”.

Esse é um questionamento muito sério e fundamental, pois nos leva a perceber nossas reais motivações. Muitas pessoas sonham em gravar um CD, em ser artistas famosos. Ao ver, na mídia, músicos que se destacam, que são conhecidos em todo o Brasil e até internacionalmente, que fazem shows em todas as regiões do país, essas pessoas só conseguem enxergar o lado glamoroso do ministério.

É preciso entender que, antes de ser uma realização pessoal, gravar um CD de música católica é um chamado de Deus ao martírio. Ser um cantor católico, segundo a vontade do Senhor, é uma missão muito séria. Só deve gravar um disco quem está disposto a assumir um chamado que implica na doação de toda a vida, não em proveito próprio, mas em função do povo de Deus.
Quem é chamado pelo Senhor para uma missão como essa está sendo convocado para tornar-se um profeta no meio do povo. Claro que todos nós, pelo Batismo, fomos ungidos profetas, mas a missão dessas pessoas é entregar toda a vida em função de profetizar.

A palavra profecia significa “da boca de Deus”. Então quem vai assumir esse chamado tem que estar sempre de olhos, ouvidos e coração bem abertos para captar, para ouvir e acolher, primeiro em sua própria vida, o que Deus quer falar. E em seguida buscar ser fiel na missão de transformar as palavras do Senhor em canção. É preciso estar atento para cantar o que o povo precisa ouvir da boca de Deus.

O músico precisa entender que o seu ministério é do Senhor e que assumi-lo significa estar totalmente entregue nas mãos daquele que o chamou. E estar em suas mãos, ser um escolhido, não nos priva de enfrentar os reveses da vida, os sofrimentos, as lutas, as perdas, as vitórias e derrotas, sucessos e fracassos. Aliás, conta a história que os profetas, os homens e mulheres de Deus sofreram bastante. Como diz o livro do Eclesiástico: “filho, quando entrares para o serviço de Deus, prepara tua alma para a provação (…), pois o ouro e a prata são provados pelo fogo e os homens agradáveis a Deus, pelo caminho da humilhação” (Eclo 2,1.5).

Para suportar e ver sentido nas humilhações e sofrimentos, só tendo certeza de que está se cumprindo não um sonho pessoal, mas um chamado de Deus. Quem quer ser um evangelizador através da música, precisa estar disposto a aprender no dia-a-dia, na própria carne, a passar pelas humilhações (que não são poucas) e pelas dores (que não são pequenas), aceitando quebrar o próprio orgulho.

Aos poucos, sua vida vai sendo consumida e Jesus vai tomando espaço. Como diz São Paulo, “não sou eu quem vivo, é Cristo que vive em mim”. E mais ainda, como disse João Batista: “É preciso que ele cresça e que eu diminua”. É isso mesmo. Quem recebe esse chamado é convocado para, dia a dia, canção a canção, ir diminuindo, sumindo, para que Cristo apareça e seja o mais importante. Isso parece até utópico, mas é bem real.

Quando se tem um trabalho como esse e sua profecia começa a atingir os corações, o músico passa a estar comprometido com aquelas pessoas que cativou. Há entre eles um laço que Deus construiu através das letras, das melodias, dos acordes. Aí já não há mais o homem que queria ficar em casa com a família no sábado à noite. O que há é o missionário que precisa profetizar para um povo sedento de Deus. Claro que o Senhor também reserva para os seus missionários momentos para estar com a família, mas não são tantos quantos eles gostariam.

E o que diria de, após uma missão frutuosa, um acidente no qual morrem pessoas queridas? Isso já aconteceu com pessoas bem conhecidas. Elas continuam na missão, mesmo com a dor e a saudade geradas pela perda. Só continua quem, realmente, foi chamado pelo Senhor.

A meu ver, um CD não deve ser apenas um sonho nosso. Mas um sonho de Deus a nosso respeito.  E então, por que você quer gravar um CD?

* Jornalista

Esta entrada foi publicada em BLOG. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

42 respostas a Por que gravar um CD?

  1. Gustavo Mantoanelli disse:

    Sou cantor a 12 anos, esse dom me foi dado por Deus, e eu acredito que devo usar a serviço de Deus… Afinal, Deus não dá um dom se ele não for importante…

    Tenho orado muito pedindo que Deus me mostre como fazer, quando fazer e o porque fazer.

    Tenho sonhado com o momento de gravar um CD a muito tempo, mais creio que somente agora estou conseguindo abrir meus olhos e ver a importancia desse meu DOM para Deus e para o próximo!!!

    PAZ E MÚSICA A TODOS !!!!!!!!!!

  2. Felipe Maria disse:

    Muito bom!
    A arte expressamente humana, se não for inspirada e carregada de verdade, não frutificará e não permanecerá! Se minha canção não nasce de uma experiência verdadeira com Deus, não leva a verdadeira adoração! Justamente por isso gostei do questionamento do artigo! É preciso saber o que nos impulsiona a gravar um Cd!
    É um dos aerópagos do século XXI! Se nós não enfrentarmos este aerópago para levar a Boa Notícia, quem o fará!?
    Louvor e Alegria

  3. suely sousa disse:

    Tb gostei do artigo emboras o que realmente vemos no cenario cristão não é o que deveria ser, ver multidões se arrastarem pra ver um artista por fanatismo, e nao por seu testemunho, pagar caro pra assistir uma banda ou um cantor religioso, me entristece tb o fato de os supostos homens e mulheres q se dizem de Deus cobrar um absurdo dizendo que é em nome da evangelização, me desculpem mas é melhor ser menos hipocrita e cantar no mundo mesmo, cobra lá seus 50, 100.000 e ajudar a igreja de outra forma, tem um povo ai que a gente só sab q canta e interpreta bem, e kd o testemunho???
    Ta pra nascer um ministerio verdadeiramente Cristão mesmo, que arrasta multidoes, que realmente ministra a musica, e não que faz isso ou aquilo com a voz, ou com seu instrumento, tocar corações é o que esta faltando, trabalhei na expo catolica e vi muita gente nova cantando praticamente a mesma coisa, …. te louvo… te adoro…. te amo…. meu senhorrr meu não sei uq, e algo que tocasse profundamente mesmo naaaaaaaaaaaada a não ser a banda frutos de medjugorje que com sua canção pasciencia me fez chorar mesmo e veio de encontro ao que estou vivendo, Quem realmente canta em nome de Deus, não cobra absurdo de dinheiro nem pra se apresentar ou mesmo gravar cds. Desulpa mas essa é minha opniao

    • Reginaldo Lima disse:

      Sueli, entendo seus comentários, no entanto, vejo as pessoas pagando caro por tanto consumismo pessoal, e quando se fala em musica catolica, ja se fala que não pode ser cara. No entanto, os gastos para aprender, para adquirir um instrumento, que aliás não pode ser qualquer um, tem que ter qualidade. O tempo disponibilizado do musico, que muitas vezes tem que trabalhar em outra area alimentando a vontade de servir a Deus, que em muitos casos é mal interpretado como se quisesse aparecer. Enfim quem arca com esses custos ? Só sabe mesmo quem tem experiência nisso. Mas, é assim para os gastos normais do mundo não vejo tanto comentário de que é caro…com carinho falando. Deus abençoe !

  4. JONAS SANTANA disse:

    MEU IRMÃO E AMIGO DEUS ESTEJA CONTIGO!

    O CD É COMO UM DISCIPULO, PRECISA SAIR EM MISSÃO, MAS , PARA ISSO ELE PRECISA SAIR DO CORAÇÃO DE DEUS PARA O CORAÇÃO DO HOMEM E DEPOIS PARA O CORAÇÃO DOS HOMENS E MULHERES ESPALHADOS PELO MUNDO E ENTÃO TEM LUGARES QUE O ARTISTA NUNCA CHEGARA, MAS, O CD SERA ESTE “DISCIPULO” QUE CHEGARA A MILHARES DE CORAÇÕES. POR ISSO PRECISA SER GRAVADO PARA CHEGAR EM LUGARES EM QUE O ARTISTA NÃO PODE CHEGAR FISICAMENTE FALANDO E ASSIM A MENSAGEM QUE DEUS COLOCOU NO ARTISTA DELE CHEGARA A OUTRAS PESSOAS NO MUNDO INTEIRO.

    DEUS ABENÇOE!

    JONAS SANTANA – JOAO PESSOA – PB
    FONE: (83) 8755-2024

  5. Jorginho Luduvice disse:

    o que vocês acham da música instrumental católica?

  6. Sergio Seles disse:

    Vejo que há semelhanças minhas com muitos comentários já postados,mas depois de muitos anos de esperas e duvidas devo partilhar a todos,que no meu caso, Deus acima de qualquer coisa tem plantado na jardim de minha vida o desejo de santidade.Esse, tem suprido toda e qualquer desejo,anceio ou carência pessoal de forma que como compositor(e ministro de canto)sigo em paz compondo os versos e diálogos que tenho com o cristo diariamente sabendo que Deus é o centro e esta no “piloto”(o que tiver de ser será).Recentemente(2010)eu e meus irmãos participamos de um importante festival católico(fest.Adoração e vida);dentre as canções enviadas(de minha autoria)uma em especial(flor de primavera)ficara entre as finalistas.Pelo depoimento de nosso irmão Walmir alencar,a mesma causara dificudades no ato da escolha da ganhadora(música “escolhe pois a vida”)Ao saber-mos do resultado nosso coração se alegrou porque entendemos que naquele momento Deus precisava falar sobre auele assunto(aborto;tema da campanha fraternidade do ano).Então irmãos abramo-nos a vontade de Deus pois tudo é vontade ou permissão dele.Louvado seja seu santo nome!

  7. Pingback: COMUNICANDO: Por que gravar um CD? | Comunicando

  8. Jaqueline Aparecida de Faria Nóbrega disse:

    sim, realmente o primeiro motivo que nos leve a gravar um cd tem que ser pela vontade do Senhor Jesus, sem ele nada podemos e menos ainda, nada seremos.Já gravei um cd, com 12 músicas e melodias de minha autoria, em Leopoldina, MG. Foram 150 cópias,sendo vendidas e algumas poucas doadas, pois precisava arrecadar para cobrir os custos, já que não tinha condições financeiras para assumi-lo sozinha. Mas valeu a pena, foi um sonho realizado, só que esse sonho não pude levá-lo adiante, vou explicar: Se Deus me deu esse dom, por quê guardá-lo só para mim, compor só para mim,pois não tive o incentivo esperado e, mesmo as pessoas amando minha voz,quando cantando em missas, casamentos, etc? Será que não foi a vontade de Deus em minha vida? Só sei que amo cantar, o faço com o coração e,confesso também que ao mesmo tempo fico ansiosa só de pensar em ser chamada para algum trabalho, meu coração fica na expectativa, haja coração. Mas sei que se também for chamada o Senhor Jesus me capacitará cada vez mais, aliás só Ele capacita os escolhidos. É a primeira vez que faço algum tipo de comentário, obrigada pela oportunidade, rezem por mim, rezarei por vocês. Beijos e fiquem com as bênçãos de Jesus.

  9. Elder Luiz disse:

    Parabéns pela matéria, nosso ministério está para gravar um CD e estamos exatamente nos perguntando isso: POR QUE? Para quem, também seria importante, nos perguntarmos, pois se for para buscar a fama, então não há lugar no serviço de Deus. Primeiramente devemos evangelizar através da música e se o sucesso vier, que seja para levar a música Dele ainda mais longe. Um abraço a todos e que nossa música frutifique. Paz e Fogo.

  10. Pingback: Quando gravar um CD? « Cássio Oliviera

  11. Antonio Luiz Zanchetta disse:

    Boa Noite povo santo de Deus! Gostei muito do artigo publicado pelo Alexandre Santos! Penso do mesmo jeito, quem quer evangelizar tem que pisar no orgulho! O que não é uma tarefa facil no meio musical! A tendencia natural do artista do mundo é querer “aparecer”, mas isso não deve se aplicar ao musico católico, quando subimos ao palco nós desaparecemos para que O Nosso Deus apareça e evangelize a quem nos ouve! Paz e bençãos a todos!

  12. Olá amados valeu pela matéria ,eu que gravei meu primeiro cd ( independente) esse ano ,fico feliz em saber que vários cantores pensam dessa forma , penso também assim não somos chamados a serem artistas ,mais sim profetas , quem grava um cd pensando em ser artista esquece a missão que ele foi chamado e o dom que Deus lhe deu ,que é ser evangelizador através da musica ,apenas isso !!! um abraço a todos !!! a paz de Jesus!!!

  13. Pingback: Quando gravar um CDW | Neblim

  14. Marco Paulo disse:

    Caros, Paz e Misericórdia!

    Apesar de servir na música há algum tempo, ainda não me considero um músico, visto que não sou tão bom ainda. Mas aprendi nesses últimos 10 anos que sirvo (em diversos ministérios da igreja) que seja o que for que faremos, temos primeiro que aprender a orar com nossos dons. Se servimos através da música, que possamos orar com nossos instrumentos, adorar a Jesus com nossa voz, nossos talentos e nossos dons. Isso nos levará ao caminho da evangelização através da música, pois aquele que busca a Deus o faz por inspiração do Espírito Santo!

    Então, à luz desse artigo, gostaria de pedir a todos os músicos católicos: não olhe para o cd, mas ore com seus dons, deixe fluir em seu ministério a verdadeira adoração, em Espírito e Verdade, e o cd será uma consequência, as missões aparecerão, os convites serão muitos. Amém!

    Fiquem com Deus e que Deus nos abençoe!!!

    “Tudo que fizerdes, por palavras e obras, fazei-o em nome do Senhor Senhor Jesus, dando a Ele graças a Deus Pai” Col-3, 19

    Marco Paulo
    marcopaulo79@gmail.com
    Ministério de Música
    Missionários Adoradores de Jesus
    Comun. Sto. Expedito – Vl Zatt – SP

  15. Parabéns pelo artigo!
    Quando iniciamos nosso trabalho de evangelização, não tínhamos pretensões de gravar, nem mesmo tínhamos músicas próprias. Entretanto em 2010 após uma música que fizemos “O Verbo se fez carne!” (Tema do III Congresso Arquidiocesano da Renovação Carismática Católica – Arquidiocese de Diamantina) sentimos que Deus nos chamava também a compor, e começamos a perceber a necessidade de gravarmos um CD. No momento estamos preparando nosso repertório, e pra nossa alegria uma de nossas músicas ficou entre as finalistas do 1º Festival Estadual de Música da RCC e entrará no CD RCC – Minas com mais 13 canções de outros grupos Musicais. Deus vem confirmando este chamado de levar nossa música aos corações e no ano que vem , se Deus quiser nós lançaremos nosso 1º CD.
    BANDA VIA CHRISTI

  16. Sarah Ferreira disse:

    Parabéns pelo artigo!!
    Sempre via a gravação de um disco católico como mais um meio de evangelização, mas lendo este artigo, percebi que é bem mais que isso. Supreendentemente abri meus olhos: é uma “profecia”!!! Como eu não pensei nisso antes.
    Desejo a todos vocês que participam da produção e que são integrantes de Ministérios e bandas católicas que busquem Deus, incessantemente, na oração para ouvir d’Ele a Sua Vontade para o povo. Contem com minha intercessão.
    Deus oa abençoe.
    Shalom!!!

  17. Ivanildo Alves disse:

    Oi bom dia. Achei muito interessante essa matéria era tudo que precisava para, prosseguir no meu trabalho. Muito bom quando escreveu: “Aos poucos, sua vida vai sendo consumida e Jesus vai tomando espaço. Como diz São Paulo, “não sou eu quem vivo, é Cristo que vive em mim”. E mais ainda, como disse João Batista: “É preciso que ele cresça e que eu diminua”. É isso mesmo. Quem recebe esse chamado é convocado para, dia a dia, canção a canção, ir diminuindo, sumindo, para que Cristo apareça e seja o mais importante. Isso parece até utópico, mas é bem real.”
    É assim que devemos ser, pessoas de Cristo unidas em seu amor para que as pessoas percebam que, aquele ao qual nos ama realmente existe e existe mesmo.

  18. Sandro Aguiar disse:

    A paz do senhor esteja com todos vos.
    Me ajudem por favor!
    Tenho letras e musicas propria e sempre gravo em meu mp3
    para não esquece-las. não tenho registros delas, qual o procedimentos para gravar e uma boa qualidade?
    E como enviar aos cantores para ser avaliadas.
    Desde ja agradeço pois sou leigo neste assunto A paz do Senhor e um bom dia.

  19. Alex Naves disse:

    Olá, achei esse artigo muito importante para aqueles que pretendem gravar um CD catolico e pensam somente que em ficar rico e famoso. Quando gravamos um CD religioso nós somos usados pelo Senhor como um instrumento para evangelização.